PT | EN

Hedy Lamarr era uma atriz e inventora austríaca radicada no Estados Unidos. Atuou em clássicos do cinema de Hollywood, como “Boêmios errantes” (1942) e “Sansão e Dalila” (1949), e chegou a ser chamada de “a mulher mais bonita da Europa”. No entanto, a sua maior contribuição para a sociedade se deu na área da comunicação sem fio. Lamarr elaborou a teoria em que se baseia o WiFi moderno e o GPS. Pela importância que teve na ciência e no cinema, a atriz e inventora foi a personagem do episódio de “Mulheres fantásticas”, que foi ao ar no dia 24 de março, no Fantástico. A ilustradora Marcella Tamayo foi a responsável em animar a vida de Lamarr para o programa.

Para fazer a animação, Tamayo se preocupou colocar elementos marcantes da vida de Lamarr. Um deles é o adorno de cabeça de estrelas usado pela atriz no musical “A vida é um teatro” (1941). O acessório serve como uma forma de expressar a criatividade de Lamarr.

— A gente optou para que o arco fizesse parte da atriz, desde a infância até a fase adulta, para marcar bem o lado criativo que ela tinha — explica Tamayo — Ela usa o acessório ainda criança, enquanto os pais a ensinam sobre arte e ciência. Quando a Hedy Lamarr casa com o primeiro marido e ele passa a querer controlá-la, ela acaba perdendo esse arco. Mas ele volta depois que ela vai para Hollywood e começa a estudar as ondas sonoras. O adorno representa essa retomada da criatividade da atriz e inventora.

A animação de Tamayo misturou técnicas de animação em 2D tradicional e cut out — que usa partes de personagens, objetos e cenários desenhados separadamente. Para que a ilustradora pudesse fazer o vídeo, ela precisou pesquisar a vida inteira de Lamarr. No processo, encontrou semelhanças com a atriz e inventora:

— A gente acaba se envolvendo muito com a história. Eu pensava na Hedy o tempo todo. Ficava dizendo: “Hedy, tomara que você esteja gostando!” — brinca Tamayo. — E eu amo muito ciência. Se não fosse ilustradora, eu provavelmente iria para essa área. Então, fiquei muito feliz quando descobri que eu faria o episódio da Hedy. E me fascina muito como uma mulher nos anos 40 conseguiu dar vazão à criatividade dela nessas duas áreas, na arte e na ciência.

O episódio de Hedy Lamarr teve a narração da atriz Fernanda Torres. A série “Mulheres fantásticas” mistura animação com documentário e conta a história de mulheres que marcaram o mundo. O projeto surgiu de um coletivos de autoras da Globo e conta com uma equipe exclusivamente de mulheres. A direção de animação é feita pela Aída Queiroz, uma das diretoras do Anima Mundi.