BLOG

Anima Mundi

Quem aí também e fã de Wesley Rodrigues? O animador brasileiro já trouxe produções lindíssimas para o Anima Mundi e vem encantando muitos animaníacos! Esse ano, ele passou por aqui com Viagem na Chuva, um filme poético e emocionante tanto no visual quanto na história. Também tivemos a sorte de conferir Faroeste: um autêntico western, eleito Melhor Curta Brasileiro de 2013. Mais sorte ainda foi fazer uma entrevista com o cara! Quer conhecer a trajetória desse super animador?

A história de Wesley no Anima Mundi é um tanto longa. Sua estréia aqui foi com Marionetes, quando, por incrível que pareça, ele não tinha a menor ideia de como fazer um filme de animação. Na época, por mais que lesse muito sobre o assunto e buscasse cada vez mais informação, Wesley ainda não tinha posto em prática suas ideias. Foi então que ele juntou uma galera e disse: “Bicho, vamos aprender”. Hoje, o cara diz já saber o que quer e onde pode chegar, estando bem mais consciente em relação ao processo animado. Um grande aprendizado!

marionetes

Por mais que pense em experimentar, Wesley pretende continuar fazendo tudo em 2D. Segundo ele, quando pensa em um filme, já vê o desenho, que é algo um tanto mágico!

Seus primeiros contatos com animação foram na Universidade Federal de Goiais, onde se formou em desing gráfico. Foi durante seus estudos que ele juntou a tal galera para aprender a animar. Mas eles não pararam por aí, criando também um estúdio chamado Café 19. Sabe o que nasceu dele? Marionetes! Segundo Wesley, foi um ponto decisivo da vida dele, já que, naquele momento, percebeu que era realmente aquilo que queria fazer.

Falando sobre a sua trajetória no campo da animação, Wesley contou para a gente que começou fazendo quadrinhos:

Na verdade, a minha vontade principal era de fazer animação. Então, como você diz, quadrinho às vezes fica mais fácil. Por que? Você precisa de uma caneta e de um papel ali e já tá fazendo um quadrinho. Eu acho que me ajudou na questão justamente da narrativa, porque o quadrinho tem uma coisa de ser mais atemporal sabe, de você poder trabalhar com essa questão do tempo de uma maneira diferenciada. Justamente tentar pensar em uma narrativa que funcione só com imagem, por exemplo. Isso me ajudou na hora de construir história para a animação, já que ela trabalha com tempo.” .

wesley rodrigues

Uma página da HQ Pescador de Ilusões!

O animador contou também sobre suas influências. Segundo ele, sua maior referência de animação é o mestre japonês Hayao Miyazaki. Com seus filmes, Welsey aprendeu que o aspecto humano dá profundidade à animação, que não é apenas entretenimento, sendo feita também para divertir, emocionar e assim por diante. Miyazaki pensa em seus personagens como seres humanos, o que dá muita riqueza aos filmes. E é isso que Wesley busca.

Wesley Rodrigues

Depois de seu último filme, Hayao Miyazaki decidiu se aposentar, sabia?

O animador também nos contou sobre seus projetos futuros! Ele pensa muito em publicar quadrinhos e ilustrações, como está fazendo com o Imaginário Coletivo, livro autoral de 460 páginas cheias de quadrinhos dele! Mas as notícias boas não param por aí: Wesley também já está trabalhando em seu próximo curta autoral. Dessa vez, ele resolveu explorar sua paixão pela física e pela matemática e colocar tudo em uma animação. A história é sobre um matemático que desconstrói a realidade. Como será que isso vai funcionar? O que sabemos é que vão rolar grandes ilusões de cenário, questionando se o que a gente vê é real ou é simplesmente um conceito enraizado.  

Imaginários Coletivos

Imaginário Coletivo foi o projeto vencedor do Prêmio Barba Negra/Leya Riocomicon de quadrinhos!

Terminamos a entrevista com nossa pergunta clássica: “qual é o seu sonho?”. Wesley disse que quer continuar fazendo animação cada vez melhor. Ele pensa em experimentar, fazer um longa, trabalhar em um estúdio com uma equipe coesa, entre outros. Mas o importante é que tudo é um processo: quando ele termina um filme, já quer fazer outro. Por isso, seu maior sonho é ter a possibilidade de melhorar em tudo, técnica, narrativa e arte, e, assim, continuar animando.

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form