PT | EN

BLOG

Anima Mundi

Diretamente da Suíça, desembarcou no Anima Mundi o primeiro filme autoral do animador Elie Chapuis: Imposteur! A produção tem um visual muito único: usando preto e branco, a equipe conseguiu expressar elementos obscuros sem perder o estilo noir e anos 50 dos sets e dos personagens. Uma mistura, para dizer o mínimo, interessante. Esse foi um dos muitos filmes suíços que vieram para o nosso festival, mostrando a diversidade, o talento e a criatividade dos animadores do outro lado do oceano.

imposteur 2

O filme também contou com dois produtores franceses

Elie teve a ideia para o curta assim que viu um quadrinho de Veronica Da Costa, estagiária do estúdio Hèlium Films. O diretor logo ficou impressionado: era engraçado, obscuro e muito radical em termos visuais. Ou seja, tinha grande potencial para ser adaptado em um filme. Claude Barras, criador e produtor do estúdio, entrou imediatamente a bordo do projeto, que não demorou para decolar!

imposteur

A história foi baseada no quadrinho, mas Elie adicionou uma série de acontecimentos também!

Com uma história muito louca, o filme fala de um veado com corpo humano que tenta roubar a identidade de um homem cortando sua cabeça. Nisso, Elie viu a oportunidade de lidar com uma série de camadas, como a oposição homem/criatura, rotina, desejo e atração. Ele traduziu visualmente um ambiente familiar cheio de frustrações e conflitos passados que parecem influenciar o presente. Nas palavras dele, “família é um ótimo lugar também, cheio de incríveis histórias e experiências fundamentais”.

Com exceção do veado, as aparências dos personagens são todas baseadas nos quadrinhos. O design dos bonecos foi feito por Elie e Claude, enquanto que os modelos em argila ficaram nas mãos do produtor. Deles, nasceram os bonecos no JPL Films, com um time muito experiente que trabalhou de forma fantástica! O projeto demorou dois anos para ficar pronto, principalmente devido ao roteiro e ao storyboard. A primeira versão deles acabou ficando muito confusa e tiveram que ser refeitas. Mas, assim que ficaram prontos, Elie colocou a mão na massa e produziu muito!

imposteur 3

O preto e branco combinou perfeitamente com o toque anos 50 do filme, além de ser ideal para jogos de luz e sombra

Para Elie, era essencial que o filme fosse curto e direto, com uma história bem contada que não ficasse entediante, o que, segundo ele, já estava presente no próprio quadrinho. Achamos que o cara foi super bem sucedido no seu objetivo, com um uso muito inteligente da edição e de todos os aspectos da mise en scène.

Já ficou encantado pelo trabalho do animador? Então você vai amar isso: ele também animou em O Fantástico Sr. Raposo, filme que foi super aclamado pela crítica. Além disso, ele trabalhou em Un Enfant Commode e Sainte Barbe, dois curtas que desembarcaram no nosso festival, e está na equipe de um longa agora! O novo filme se chama A Zucchini’s Life e é uma co-produção entre a Suíça e a França sob direção de Claude Barras. Já está ansioso?

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form