PT | EN

Dalivincasso é um curta mais que artístico que desembarcou no Anima Mundi 2014! Dirigido por Marcelo Castro e Marlon Tenório, o filme carrega uma ideia super criativa: mostrar, através de uma paródia, que todos os estilos de pintura têm seu lugar. Na verdade, a ideia surgiu de uma aula de história da arte, quando eles perceberam que todo movimento artístico tem a necessidade de negar o anterior, mesmo que se apoie nele para a criação do seu discurso. Estranho, não é?

DALIVINCASSO_Img_05

Depois da sua estréia, o filme já ganhou uma porção de prêmios!

E sabe como os caras resolveram essa questão? Na história, dois gênios da pintura escapam de um quadro e saem pelo museu fazendo interferências cubistas e surrealistas nas obras. É então que o zelador começa a persegui-los na tentativa de reestabelecer a ordem com mecanismos renascentistas. Bota criatividade nisso!

dalivincasso

Olha o “Surrealismo Cubista” ou “Cubismo Surreal” criado pelos pintores. Para esse trabalho, a equipe contou com Chris Borges!

Mas não é como se o zelador fosse um grande vilão. Na verdade, por ser uma pessoa que zela pela ordem, ele foi inspirado em figura clássica da história da arte. Assim, ele se interessa por Arte, Ciência, Natureza e  invenções. Já descobriu em quem ele foi baseado? Leonardo da Vinci!

davilincasso

Esse é um dos primeiros conceitos de personagem!

O seu caráter inventivo foi um dos desafios da animação: ele tinha várias engenhocas, como bicicleta, catapulta, helicóptero, paraquedas e outras. Só que imaginar tudo isso em ângulos diferentes é um tanto complicado. Primeiro, os caras usaram o Google Sketchup para fazer os modelos em 3D e alguns layouts. Já a aparência de desenho 2D veio com o ToonBoom e ficou super bacana, né?

dalivincasso 2

Marlon Tenório é desenhista de cenários para animação, ilustrador, animador e especialista em 3D

Trabalhando tanto com pinturas, o curta tinha que ter um planejamento de cor super maneiro, não é mesmo? Uma das etapas mais importantes foi o teste de cor do zelador, que deveria ter aspecto de esboço e de trabalho inacabado, além de um tom geral de castanho. Dá uma olhada em como os tons azulados do fundo se contrapõe às interações de luz. Também não podemos esquecer dos primeiros desenhos do storyboard, que conseguiram, com as cores, atingir uma luz natural e dramática. Parabéns ao Bruno del Rey!

dalivincasso

Atualmente, Marcelo castro tem trabalhado com de séries de animação, como Meu AmigãoZão e Zica e os Camaleões, e projetos próprios!

Sabemos que o curta é visualmente lindo, afinal, além da animação, tem várias pinturas. Mas a história da arte não o inspirou apenas em sua parte visual: a trilha sonora tomou como base cantigas do renascimento e um ritmo flamenco cheio de personalidade. Vale a pena escutar!

E aí, curtiu? Nós gostamos tanto que estamos esperando novas parcerias desses dois! Como será que eles usarão a arte da próxima vez?