BLOG

Anima Mundi

O setor de animação da National Film Board of Canada foi fundado por McLaren

O setor de animação da National Film Board of Canada foi fundado por McLaren

“A animação não é feita com desenhos que se movem, mas com movimentos que são desenhados”. Essa frase exemplifica com perfeição a obra de um dos maiores animadores da história.

O movimento é algo primordial no trabalho de Norman McLaren. Não existe uma narrativa tradicional, com começo, meio e fim. Quem dita a narrativa é o movimento. Movimento das personagens, que podem ser apenas figuras abstratas como pontos em Dots (1940), ou uma bailarina um tanto enigmática em Pas De Deux (1968).

Aplicativo gratuito para iPad traz técnicas de McLaren

 

 

Ele nasceu na Escócia, e lá começou a estudar arte. Mas de acordo com seu livro The drawings of Norman McLaren essa não era muito a sua praia: “Na escola de arte de Glasgow nós sempre trabalhávamos copiando modelos vivos ou estátuas de gesso. Era cansativo e aborrecido e eu não era bom nisso. No entanto, naquela mesma época eu estava descobrindo o cinema. Eu senti que aquela era a arte do futuro. Passei a faltar às minhas aulas de arte para fazer filmes.”.

Mais uma imagem de McLaren

O estudante de arte frustrado descobriu a animação, agora só faltava a câmera. Na falta desta e com poucos recursos, ele inventa a animação em película. Recolhia restos de filmes em laboratórios e os mergulhava em água sanitária para “apagá-los”. Depois era só desenhar e pintar neles, frame por frame, e exibi-los em uma moviola. Pronto, nascia a maneira mais acessível de se fazer uma animação.

 

 

Além disso Norman inventou o som sintético. Ele descobriu que ao desenhar na parte da película destinada ao áudio, cria-se som, sem precisar gravá-lo. Assim é possível controlar volume, tom e ritmo. Descubra mais sobre como pintar som, no vídeo feito pelo próprio artista.

 

 

As invenções do animador escocês não param por aí. Além da animação em película, ele deu nome a técnica antes utilizada por cineastas como Mèlies: a pixilation. Esta consiste em tirar fotos de pessoas reais, como um stop motion, mas dando a impressão de movimentos impossíveis, como no curta Neighbours de McLaren, no qual uma das personagens dança no ar. Essa cena foi construída a partir de uma sequência de fotos do ator pulando. Este filme ganhou o Oscar de melhor documentário de curta-metragem em 1953:

 

 

O setor de animação da National Film Board of Canada foi fundado por ele, que também o dirigiu por muitos anos. Foi nessa instituição, referência internacional em animação, que Norman produziu a maior parte de seu trabalho, sempre marcado pelas experimentações. Ele era um desbravador. Tinha o espírito aventureiro dos descobridores do século XV, mas com uma personalidade tímida e um processo criativo intimista. Produziu quase todos os seus trabalhos sozinho. McLaren faleceu em 1987 no Canadá, mas sua arte permanece, servindo de inspiração para todos os espíritos aventureiros espalhados pelo mundo.

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form