BLOG

Anima Mundi

Às (muitas) vezes, uma brincadeira de criança pode virar um filme animado. Como assim? Pois é,  iniciativas simples como juntar recortes de revistas, jornais ou panfletos de eventos que a gente nunca irá podem dar um filme legal e cheio de estilo. Estamos falando da animação feita com recortes, uma técnica beeeem antiga.

Algumas das primeiras animações da história eram feitas dessa maneira, com destaque para as produções do argentino Quirino Cristiani, no final da década de 1910. Outro cara muito importante para a técnica foi o russo Yuri Norstein. Um de seus filmes, Tale of Tales, é considerado um clássico e mistura a animação de recortes com desenho em acetato.

Confira abaixo o curta Tale of Tales, de Norstein:

Em um filme com essa técnica pode ser usado de tudo! Papel, cartão, fotografia e até tecidos mais duros para fazer os personagens e os cenários. A partir daí o processo é o mesmo usado em grande parte das animações: fotografar os quadros e colocar tudo em sequência para gerar a impressão de movimento. Imagina só a trabalheira que deve dar pra finalizar um projeto desses. Cansa só de pensar! Mas é aí que entra o toque de modernidade.

Assim como em outras técnicas, os diretores que exploram os recortes também podem recorrer a uma mãozinha dos recursos digitais. Atualmente, a maioria dos filmes feitos assim são finalizados com ajuda de computadores. É o caso do sucesso mundial South Park de Trey Parker e Matt Stone. Inicialmente, os bonecos de humor negro eram animados apenas com recortes reais, mas o aumento da demanda por novos episódios forçou os criadores a usar o Corel Draw e o Maya para ajudar na finalização.

Os curtas dis bonequinhos de boca suja que são sucesso no mundo inteiro eram feitos de recortes. Hoje, são finalizados com ajuda da tecnologia

A série dos bonequinhos de boca suja que são sucesso no mundo inteiro é feita com a técnica de recortes. Hoje em dia, eles são finalizados com ajuda da tecnologia

Outro exemplo de animação feita com a técnica de recortes e finalizada com programas de computador é o filme Snow, da eslovaca Ivana Sebestova, que está entre os mais de 120 competidores da categoria Curta-Metragem do ANIMA MUNDI 2014. Na história, uma mulher espera o amor de sua vida, que está numa terra distante em busca do floco de neve perfeito. Snow também é um conto poético sobre a neve, capaz de encobrir os sonhos até o ponto de dissolve-los por completo que encobre os sonhos até o ponto de dissolver tudo.

No curta a personagem principal, Maia, perde contato com a realidade e começa a cair nos cantos mais escuros de sua própria imaginação. O filme toca em questões artísticas e ideológicos nas culturas do Extremo Oriente. No final o que acontece é que… Opa! Não vamos estragar o final, pra saber só assistindo ao filme na íntegra no Anima Mundi!

Confira abaixo o trailer de Snow (Sneh):

E você já está se preparando para o ANIMA MUNDI 2014?

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form