BLOG

Anima Mundi

Gostamos de pensar que todos os filmes animados são feitos com muito amor e carinho. No caso de The Maker, temos certeza que foi isso mesmo, afinal, ele foi feito por um casal! Christopher e Christine Kezelos realmente encontraram sua cara metade e formaram uma grande dupla, tanto no amor quanto na animação! Ele escreveu e dirigiu o curta, enquanto que a produção ficou nas mãos dela. A história é sobre uma criatura estranha que corre contra o tempo para fazer a mais importante e bela criação da sua vida. Um tanto fantástico, né? Aproveita e vê ele inteiro aqui!

Primeiro, em 2010, o casal fez Zero, sua primeira animação em stop motion. Os dois começaram bem: o filme passou por mais de 50 festivais internacionais, incluindo o Anima Mundi, e ganhou 15 prêmios! The Maker parece ser um sucesso ainda maior!  Com tamanho, sucesso, Christopher vem sendo muito bem reconhecido e é tido como um dos animadores de stop motion mais inovadores dos últimos tempos.

Como Christopher disse em uma entrevista a Skwigly Online Animation Magazine, a maior diferença entre suas duas produções stop motion foi a confiança:

Em Zero, eu não tinha a menor ideia do que estava me metendo, mas com The Maker eu consegui fazer uma abordagem com mais de dois anos de experiência no meu bolso. A maior mudança na técnica foi o uso de imãs para manter os Makers ancorados no set (…) Imãs nos permitiram trabalhar muito mais rápido, mas apresentavam seus próprios desafios. O outro grande desafio foi manter as coisas bem mais simples. Zero tinha 15 sets e mais de 27 personagens. Em contraste, The Maker teve um set e dois personagens”.

The Maker

Christopher diz que tem uma tendência de optar por um visual mais escuro, o que acabou criando uma espécie de estilo

A produção juntou profissionais de vários cantos do mundo, sabia? O casal chamou a mesma equipe que trabalhou em Zero, mas convidou também Amanda Louise, designer de bonecos de Ohio, e o Monkey Hut, para a pós produção em Londres. O mundo da animação está realmente ficando cada vez mais moderno: grande parte da conexão entre a equipe foi feita pela internet!

Se você conferiu o filme no Anima Mundi, deve ter ficado encantado com a música! Na verdade, o curta foi inspirado por Paul Halley, um incrível compositor australiano de música clássica e amigo pessoal de Christopher. A composição que serviu de trilha para o filme combinou muito com os bonecos de Amanda. Foi justamente vendo essa conexão que Christopher começou a história, mesmo antes de falar com a designer. Isso que é tomar iniciativa!

Esperamos que o casal continue produzindo e inovando muito! Qual será a próxima história deles?

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form