PT | EN

Troféus foram inspirados no cozinheiro criado pelo animador Juan Pablo Zaramella para identidade visual do festival

Troféus foram inspirados no cozinheiro criado pelo animador Juan Pablo Zaramella para identidade visual do festival em 2013 (Foto: André De Virgiliis | Rastro)

Após dez dias exibindo o melhor da animação brasileira e mundial, chega ao fim a edição carioca do Anima Mundi 2013. A noite de despedida também celebra as melhores produções em várias categorias para curtas e longas-metragens, divididas entre Júri Profissional e Júri Popular. Vamos aos vencedores!

Público lotou a sala principal do Anima Mundi na Fundição Progresso, com 880 lugares

Público lotou a sala principal do Anima Mundi na Fundição Progresso, com 880 lugares (Foto: André De Virgiliis | Rastro)

O curta “Feral“, de Daniel Souza e co-produção entre EUA e Portugal, faturou o prêmio máximo da noite. Com a escolha do júri profissional e diretores do festival, a produção irá participar da pré-seleção do Oscar em 2014. Eleito pelo público, o alemão “Der Notfall“, de Stefan Muller, é o Melhor Curta do ano.

– Júri Profissional

Melhor Filme Anima Mundi 2013

“Feral”, de Daniel de Souza (EUA/Portugal)

Melhor Concepção Sonora:

“Beep Beep Beep”, de Jeremy Diamond (Canadá)

Melhor Direção de Arte:

“Requiem For Romance”, de Jonathan NG (Canadá)

Melhor Roteiro:

A Coelha e o Veado (Nyuszi És Õz), de Péter Vácz (Hungria)

Melhor Técnica de Animação:

“Le Grand Ailleurs Et Le Petit Ici”, de Michèle Lemieux (Canadá)

Melhor Filme de Encomenda:

“Dumb Ways To Die”, de John Mescall e Pat Baron (Austrália)

– Júri Popular

Melhor Curta:

Der Notfall, de Stephan Muller

Poderia até ter sido um sábado agradável, se não fosse o caos instaurado por uma vaca louca, uma mãe histérica e dois homens numa ambulância. O pesadelo surreal de um herói que tenta fugir de situações kafkianas

Poderia até ter sido um sábado agradável, se não fosse o caos instaurado por uma vaca louca, uma mãe histérica e dois homens numa ambulância. O pesadelo surreal de um herói que tenta fugir de situações kafkianas

Melhor Curta Brasileiro:

Faroeste: um autêntico western, de Wesley Rodrigues (Brasil)

Melhor Curta de Estudante:

“Oh Sheep”, de Gottfried Mentor (Alemanha)

Melhor Curta Infantil:

“Sempre Cabe Mais Um”, de Max Lang e Jan Lachaue (Reino Unido)

Melhor Longa Adulto:

Aprovado Para Adoção, de Laurent Boileau e Jung (França/Bélgica)

Melhor Longa Infantil:

Zambézia, de Wayne Thornley (África do Sul)

Prêmio Canal Brasil

“Ed”, de Gabriel Garcia (Brasil)

Ed | Official Trailer | 3D Animated Short Film from hype.cg on Vimeo.

Anima Multi – Júri Profissional

Shave it, de Jorge Tereso e Fernando Maldonado (Argentina)

Anima Multi – Júri Popular

Separado, de Mark Borgions (Bélgica)