BLOG

Anima Mundi

A visão sempre foi o sentido que mais mexeu com o homem. Nos últimos séculos veio o desejo de congelar momentos pra eternidade. Depois ainda, o objetivo passou a ser capturar o movimento, a ação, e torná-la reproduzível a qualquer tempo. Uma das técnicas mais antigas é também uma das mais atuais. Estamos falando do stop motion, uma das formas mais charmosas de se criar movimento na tela.

A Fuga das Galinhas é um grande sucesso do cinema, feito em 2000, inteiramente em stop motion.

A Fuga das Galinhas é um grande sucesso do cinema, feito em 2000, inteiramente em stop motion.

Nesta técnica, o animador fotografa objetos, quadro a quadro. Entre um  e outro, o animador muda um pouquinho a posição desses objetos. Quando as imagens são colocadas em sequência e projetadas, nosso cérebro tem a ilusão de movimento. Isso acontece por conta de um fenômeno chamado persistência retiniana.

É muito comum a gente ver animações em stop motion feita com bonecos de massinha. Na verdade, elas podem ser feitas com diversos materiais, arames, recortes de papel, pedras, palitos, comida, ou até objetos do seu cotidiano… O que você puder imaginar. Até gota de água pode dar origem a um filme, como no caso do curta Cachoeira, de Rodrigo EBA, que você pode conferir logo abaixo.

Quanto mais detalhes de cenário ou nos personagens o filme em stop motion tiver, maior o trabalho. Por conta disso, longas feitos com essa técnica podem levar anos para ficar prontos, o exemplo é o brasileiro Minhocas – O Filme, que demorou meia década para ser concluído.

Talvez, por isso, seja muito mais comum ver curtas explorando esta técnica. Tanto é que todo ano o ANIMA MUNDI tem vários deles entre os selecionados. Este ano não foi diferente e trouxemos muitos filmes em stop motion. Um deles foi o franco argentino Padre.

Confira abaixo o trailer de Padre:

O filme, que foi para a lista de selecionados para a mostra competitiva deste ano, é ambientado na Argentina, em 1983, logo após o fim da ditadura. Usando metáforas sobre a liberdade, o curta traz a filha de um militar de alta patente que cuida obsessivamente de seu pai, enquanto do lado de fora, a população grita por justiça. O filme tem uma atmosfera densa e recheada de metáforas, chegando a ser considerado por alguns como um “drama claustrofóbico”.

Além de Padre, outros 120 curtas participaram da seleção de curtas em competição em nosso festival. Pura animação!

 

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form