PT | EN

Em 2013 a animação brasileira tem muito o que comemorar. Uma conquista inédita colocou o diretor Luiz Bolognesi no centro das atenções do Festival Annecy, considerado o Cannes da animação. Seu longa “Uma História de Amor e Fúria” foi a primeira produção brasileira a vencer o maior prêmio da competição, em junho deste ano.

Em comemoração ao grande feito, o ANIMA MUNDI 2013 preparou sessões especiais do filme no Rio de Janeiro e em São Paulo. Bolognesi e sua equipe estarão presentes para um bate-papo descontraído sobre a produção da animação, que levou 6 anos para ficar pronta e contou com orçamento de R$ 4,5 milhões.

O longa narra o amor entre Janaína e um guerreiro indígena que, ao morrer, assume a forma de um pássaro

Uma História de Amor e Fúria marcou a estreia de Luiz Bolognesi na direção de um longa

 

O longa narra o amor entre Janaína e um guerreiro indígena que, ao morrer, assume a forma de um pássaro. Por seis séculos a história do casal sobrevive, atravessando quatro fases da história do Brasil: a colonização, a escravidão, o regime militar e o futuro, em 2096, em meio a um cenário de guerra por água.

“Sempre gostei muito da história do Brasil. O nosso cinema não se dedica muito a contar de uma maneira interessante, com viés de entretenimento e reflexão, aspectos da nossa história, como os americanos e franceses fazem muito bem no cinema deles”, compara Bolognesi.

 

O filme também marca um novo momento de longas de animação no Brasil, já que a narrativa volta-se para um público mais velho

Selton Mello empresta a voz ao personagem principal. Ator voltou às origens de dublador para interpretar o guerreiro imortal do filme

O filme também marca um novo momento de longas de animação no Brasil, já que a narrativa volta-se para um público mais velho. A abordagem abriu portas para a produção, como a seleção para a mostra competitiva do Festival do Rio.

“Esse fato coloca pela primeira vez um filme de animação brasileiro no mesmo patamar de um filme de arte. Isso cria muitas possibilidades para a animação nacional”, destaca o diretor, que também foi responsável pelo roteiro de “Uma História de Amor e Fúria”.

Vamos comemorar juntos?! Entre no clima e confira as datas de exibição, então!

Sessão especial “História de Amor e Fúria”

Rio de Janeiro
3 de agosto – 21h – Fundição Progresso (sala 1)

São Paulo
16 de agosto – 22h – Espaço Itaú Augusta (sala 1)

Ingressos: R$ 10,00 | Meia: R$ 5,00