BLOG

Anima Mundi

2711

Criar uma animação é bem parecido como pintar. Você tem ali, num quadro em branco, um mundo de possibilidade. Os animadores são como pequenos deuses que criam personagens, objetos e formas. Mas, para que essas criações entretenham, elas precisam ser preenchidas com som. Sim, a trilha sonora é um elemento fundamental do cinema de animação.

E nesse processo de criação, nossa diretora, Lea Zagury, diz que a trilha sonora complementa o sopro vital, constatando a autenticidade da vida que nasce. Ela revigora o universo criado e potencializa a mágica da ilusão de movimento. “A trilha vem preencher a natural falta de som ambiente deste novo universo. Ela concede a voz. Ela conduz a consciência e emoções do gênero narrativo. Ela pontua ações, intensifica o suspense e impacta a narrativa”.

A trilha sonora pode incluir diálogos, som de fundo (ambiente), sonoplastia, efeitos especiais, música e mixagem final. De acordo com Lea, é importante considerar o conceito do filme e a narrativa dramática para definir o ambiente sonoro que permeará até a construção final da trilha.

“Por exemplo, uma animação de comédia cartoon frequentemente tem uma característica mais energética e necessita de uma variedade de sons que complementem e intensifiquem a sua natureza. Um filme mais melodramático solicita uma trilha que inspire emoções e permita um espaço de reflexão. A trilha de um filme de terror e suspense precisa criar sensações de inquietudes e contrastes entre tensão e calma”, disse.

Em videoclipes, o personagem é a canção que inspira o estilo, a história e a animação a ser criada. Os musicais utilizam a música como uma voz alternativa de personagens ou como narração do filme. Segundo Lea, há filmes experimentais nos quais a trilha sonora pode ser o principal conceito do filme e definirá a direção de arte e/ou a técnica escolhida.

Para não errar na elaboração de uma trilha, Lea sugere que, desde a concepção do filme, o diretor pense nos sons que utilizará e comece a planejar as etapas de sua construção. Se houver diálogos, é importante contar com atores que entendam a psicologia, o temperamento e a índole do personagem que interpretarão.

O som ambiente deve fazer seu papel, ou seja, existir no fundo para validar o mundo em que se encontra. “Obviamente, em alguns momentos o som ambiente pode ser alto ou ruidoso, conforme a necessidade de um roteiro. É essencial evitar exageros no uso da sonoplastia, especialmente com sons muito comuns provindos de bibliotecas digitais”, disse.

A música não precisa estar presente e contínua do início ao fim de um filme. Segundo Lea, momentos de ausência permitem que o público respire e tenha instantes de contemplação, que são necessários para que a música ganhe fôlego. Muitas vezes a sua ausência é usada antes de súbitos ápices de música intensa para um impacto dramático.

Como referência em trilha, Lea citou o premiadíssimo longa brasileiro “O Menino e o Mundo”, do Alê Abreu. “Não há diálogos e um idioma inventado foi criado para as canções, favorecendo o alcance mundial do filme”. A trilha foi realizada com percussão corporal e instrumentos na forma de música e efeitos sonoros.

Lea citou ainda o curta premiado e indicado ao Oscar em 2002 “When the Day Breaks” de Wendy Tilby e Amanda Forbes (que já participaram do nosso Papo Animado). Ele tem musica original por Judith Gruber-Stitzer (que já esteve em uma das nossas masterclasses) e foley de Andy Malcolm (também convidado de uma masterclass). “A sonoplastia (foley) é perfeita e a música apenas acontece para acentuar o clima contemplativo, alegre ou dramático da historia. A ausência de sons cria tensão e impacto dramático”.

Com música foi criada por Normand Roger e premiado ao Oscar por trilha sonora, Lea lembrou ainda do curta “Father and Daughter”, de Michael Dudock de Wit. De acordo com ela, a trilha permanece por quase em todo o filme, mas há respiros em pequenos momentos.

https://www.youtube.com/watch?v=iIc92YM6le4

E pra você, qual filme é marcante por conta da trilha sonora? Em sua opinião, qual a importância da trilha pra uma animação? Conta tudo isso pra gente e deixe dúvidas aqui nos comentários.

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form