PT | EN

Animemória

2018

Vinheta

Catálogo

Ilustração do Ano

A ilustração do ano foi criada pelo artista holandês Michael Dudok de Wit. O animador conta que a natureza é a sua principal inspiração e para a arte do festival quis dar um ar brasileiro, com o manguezal e os guarás.

Galeria de Fotos

Destaques

O festival Anima Mundi chegou a sua 26ª edição. Durante o evento, o Brasil foi o país com maior número de filmes inscritos pelo 17º ano consecutivo, com a exibição de 108 produções e tivemos 40 países participando do festival. Vale ressaltar que o Anima Mundi permanece, pelo sétimo ano, certificado pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas americana.

No Rio de Janeiro 6 espaços receberam sessões do Festival: Cine Odeon NET Claro – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro, Centro Cultural Banco do Brasil, CCJF – Centro Cultural da Justiça Federal, Casa França Brasil, Centro Cultural Correios (onde foi realizado o Anima Forum) e a Praça dos Correios. Tivemos ainda um Circuito em parceria com o Cinemão, que levou à quatro comunidades cariocas os filmes do festival. Em São Paulo o festival aconteceu em 5 espaços: Memorial da América Latina, Centro Cultural Banco do Brasil, Centro Cultural São Paulo, Caixa Belas Artes (onde aconteceu o Anima Forum) e Circuito Spcine.

A programação 2018 teve pela primeira vez, a exibição de filmes em realidade virtual, que encantaram o público. Aconteceram ainda as sessões especiais, criadas a cada ano para homenagear, rever e celebrar os momentos mais importantes da história da animação no Brasil e no exterior.

O Anima Mundi 2018 foi um sucesso, tendo recebido um público total de mais de 30 mil pessoas, durante 14 dias.

Convidados

Peter Peake

Peter Peake, o animador e cineasta participou do Papo Animado, além de ter apresentado o seu filme “Take Rabbit”. Peter estreou seu primeiro curta-metragem com o sucesso “Pib and Pob”, que ganhou o Mc Laren Award no Edinburgh Film Festival e foi indicado para o prêmio BAFTA. A partir daí, escreveu e dirigiu diversos projetos premiados. Atualmente Peter continua a dirigir filmes da Aardman Animations.

Ele participou do Anima Mundi de Belo Horizonte, em 2007. Dessa vez, de volta ao Papo Animado, Peter contou sobre a sua trajetória na Aardman e sobre o seu trabalho mais recente, com características independentes e autorais.

Filmes exibidos no Papo Animado: Clarks YoToy – Daisy; Coca Cola/Sky – Dinosaur; Coca Cola/Sky – Prison; Coca Cola/Sky – Western; Dairylea Dunkers – TNT; Hubba Bubba – Kung Fu Panda; Hubba Bubba – Whale; Humdrum; Myer – Elf ’s Journey; Myer – Santa’s Star; Out Of Joint; Pib & Pog – Dentist; Pib & Pog; Pythagasaurus; Robbie The Reindeer II – Legend Of The Lost Tribe; Serta – Emotional Eating; Serta – Heist; Snowball; That Mitchell & Webb Look – Title Sequence; Vimto – Vimtoad

SAM

SAM é o apelido de Samuel Ortí Martí, nascido em Valência, Espanha e hoje à frente da Conflictivos Productions. Nos últimos 20 anos, Sam dedica sua vida à animação, tendo realizado os curtas “Encarna”, “Werepig” e o longa “Vicenta”, já muito bem recebidos pelo público do Anima Mundi em edições passadas, e recebido inúmeros prêmios e menções em Festivais pelo mundo. Sam colabora em diversos projetos como séries de TV e comerciais, e vem expandindo seus conhecimentos para novas disciplinas – seus últimos trabalhos foram no campo de videogames e animação 2D. Sempre interessado em explorar novos territórios, no momento seu foco está tanto na animação quanto no cinema de ação real.

É um cartunista compulsivo que está sempre acompanhado de seu caderno!

Filmes exibidos no Papo Animado: Encarna; Hermetico; The Werepig.

Apresentação Especial: Pos Eso

Wesley Rodrigues

Para Wesley Rodrigues tudo teve início no Café 19, um pequeno estúdio fundado por jovens que sonhavam em fazer animação no meio do cerrado brasileiro. O aprendizado e a convivência diária com a prática da animação foram o ponto decisivo para que Wesley decidisse que era isso que queria fazer. O curta Marionetes, que participou da Mostra infantil no Anima Mundi de 2006, foi o trabalho que abriu caminho para vários outros.
Natural de Goiânia, Wesley formou-se em Design gráfico pela Universidade Federal de Goiás. Ilustrou vários livros e publicou as HQs YUKA: O pescador de ilusões e Gonzaga: o menino cantador. Foi diretor de animação no curta “O Ogro”. Em 2013 dirigiu a animação Faroeste – Um Autêntico Western, curta vencedor de vários prêmios importantes, como o de Melhor Animação Brasileira no Anima Mundi (júri popular), Melhor Animação e Melhor Curta pelo público no Festival de Brasília, e Melhor Animação no Animage. Em 2014, lançou o curta Viagem na Chuva, e em 2017, O Violeiro Fantasma.

Atualmente desenvolve projetos de HQs e animação no Armoria Studio. Em seu Papo Animado, ele conta algumas histórias do início da carreira, fala sobre seu processo criativo e como ele e seus amigos fizeram para superar as dificuldades num estúdio improvisado e sem nenhuma estrutura, até finalmente produzir animações que tiveram destaque no circuito de festivais.

Filmes exibidos no Papo Animado: O Violeiro Fantasma; Viagem na chuva; Faroeste: Um Autêntico Western; Pinga com Sakê; Até que a Sbórnia nos Separe – Trecho; O Ogro; Marionetes.

Guillermo Garcia Carsi

Com seu humor cativante, Pocoyo se comunica com o público infantil de uma forma muito simples e inteligente. Guillermo García Carsí, um dos idealizadores e diretores de Pocoyo, falou sobre a criação desta série, que se tornou uma referência para a animação espanhola e também para a animação internacional. Na sua opinião, a chave para o sucesso de Pocoyo está numa abordagem em que as crianças não se sintam subestimadas. Seu objetivo foi criar um desenho animado infantil em que personagens muito fortes e com humor visual estivessem em sintonia com um design simples e limpo. Atualmente, o animador se dedica a uma nova série e a um novo filme de animação, frutos de uma combinação de documentação, técnica e improvisação. Afinal, como ele diz, “se o trabalho não tem nada de caótico ou inconsciente, dificilmente será interessante ou original”.

Com Beatriz García Carsí, sua irmã e produtora, Guilhermo fundou em 2009 o El Señor Studio.Doomed (2011), primeiro projeto da empresa de produção, foi premiado em muitos festivais, recebendo inclusive o Prêmio de Melhor Comédia Fernand Raynaud (Clermont Ferrand, 2012). La Mano de Nefertiti (2012), foi nomeado para o Goya 2013 e ganhou o Silver Award no Taipei International Digital Contest Awards. Seu sucesso internacional é reconhecido com uma longa lista de prêmios: Annecy para Melhor Série de TV e Bafta de Melhor Série de Pré-Escolar, entre outros. Dentre os novos trabalhos estão “Tadeo Jones 2”, em colaboração com a Lightbox Animation Studios, um curta-metragem para a Disney XD e colaborações em séries originais para a DISNEY EMEA.

Carlos Saldanha

Carlos Saldanha apresentou seu primeiro curta de animação, “Time for Love” no Anima Mundi. Este ano, ele completa 25 anos de carreira, apenas um ano depois de o nosso festival completar seu quarto de século de existência. Convidamos então Carlos Saldanha para comemorar conosco em pessoa, com uma exibição especial de seu último filme, “O Touro Ferdinando” e a criação do “Prêmio Carlos Saldanha” para o melhor filme de estudante da programação oficial do Anima Mundi.

Além disso, Saldanha fez uma apresentação exclusiva, na qual apresentou um panorama da série de sucessos mundiais que realizou no Blue Sky Studios, retratando sua carreira desde o processo criativo de seus longas até o atual cenário da indústria da animação. O foco especial foi seu trabalho mais recente, “O Touro Ferdinando”. A partir deste filme, ele abordou os desafios criativos do desenvolvimento de um longa-metragem de animação.

Prêmios do Júri Profissional

Grande Prêmio Anima Mundi
“Animal Behaviour”
Alison Snowden e David Fine
Canadá

Melhor Direção de Arte:
“Agouro”
David Doutel e Vasco Sá
Portugal-França

Melhor Roteiro
“Weekends”
Trevor Jimenez
Estados Unidos

Melhor Concepção Sonora
“Island”
Max Mortl e Robert Lobel
Alemanha

Melhor Filme de Portfólio:
“Everything in Black e White”
Mateus de Paula Santos e Fábio Acorsi
Brasil

Melhor Técnica de Animação:
“Augenblicke”
Kiana Naghshineh
Alemanha

Melhor Filme da Galeria:
“Grandes Canons”
Alain Biet
França

Prêmios do Júri Popular

Melhor Curta-Metragem RJ e SP
RJ– “Happiness”, Steve Cutts , Reino Unido
SP– “Happiness”, Steve Cutts , Reino Unido

Melhor Curta de Estudante RJ e SP
RJ
“Comme un éléphant dans un magasin de porcelaine”, de Louise Chevrier, Luka Fischer, Rodolphe Groshens, Marie Guillon, Estelle Martinez, Benoit Paillard, Lisa Rasasombat, França

SP
“ENOUGH”, Anna Mantzaris, Reino Unido

Melhor Curta Infantil RJ e SP:
RJ – “Formigas”, Julia Ocker, Alemanha

SP – “Lé com Cré”, Cassandra Reis, Brasil

Melhor Curta Brasileiro RJ e SP:
RJ – “O Homem na Caixa”, Ale Borges, Alvaro Furloni e Guilherme Gehr, Brasil

SP – “O Homem na Caixa”, Ale Borges, Alvaro Furloni e Guilherme Gehr, Brasil

Melhor Longa Infantil RJ e SP:
“Tito e os Pássaros”, Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar, André Catoto, Brasil

Melhor Longa RJ e SP:
“The Breadwinner”, Nora Towomey, Canadá, Luxemburgo e Irlanda

Prêmios Especiais

Prêmio Canal Brasil de Curtas
“Guaxuma”
Nara Normande
Brasil

Prêmio ACCRJ de Melhor Curta-Metragem Brasileiro
“Barone”
Douglas Hoose
Brasil

Prêmio Carlos Saldanha de Melhor Curta Brasileiro
“O Homem na Caixa”
Ale Borges, Alvaro Furloni e Guilherme Gehr
Brasil

Prêmio ACCRJ de Melhor Longa-Metragem
“As Aventuras de Fujiwara Manchester – O Filme”
Alê Camargo
Brasil

Prêmio Carlos Saldanha de Melhor Curta de Estudante Brasileiro
“Lé com Cré”
Cassandra Reis
Brasil

Prêmio Maratona Animada SENAI
“Inteligência Emocional”
Equipe Bugbite (SP)
Brasil

ENTRE EM

CONTATO

Instituto IDEIA

Rua Voluntários da Pátria, 259 – sobreloja Botafogo, RJ - Brasil 22270-003

Contatos:

(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

contato@animamundi.com.br