PT | EN

BLOG

Anima Mundi

A gente já contou por aqui, mas, caso você não saiba, a gente fala de novo: as animações vencedoras do nosso Festival são qualificadas para entrar no páreo de filmes que concorrem ao Oscar. E foi o que aconteceu com o vencedor do Festival desse ano.

“Dissonance”, criado pelo alemão Till Nowak, já está na disputa para entrar na lista de selecionados do Oscar depois de levar o grande Prêmio de Curta-metragem do Anima Mundi.

 

Nowak estudou Media Design na Universidade de Ciências Aplicadas da Alemanha, onde escreveu, produziu e dirigiu “Delivery”, curta que também levou vários prêmios. Depois disso, se mudou para Los Angeles, nos Estados Unidos, onde atualmente, trabalha para a Marvel.

Para o site Cartoon Brew, Nowak falou mais sobre “Dissonance” que, de acordo com ele, é uma produção híbrida de live-action e animação para criar um mundo onde os humanos lutam para redefinir a realidade e experiência. Ele conta a história de um pianista sem teto tentando se reconectar à sua família.

Sobre a chance de concorrer ao Oscar, Till disse na entrevista que não está mais em suas mãos, mas está empolgado com essa que é sua terceira produção com chances de concorrer ao prêmio da Academia. Os outros dois foram “Delivery” e “The Centrifuge Brain Project”.

Por aqui, a gente fica na torcida. E você pode conferir a entrevista completa (em inglês) no site Cartoon Brew.

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form