PT | EN

Recortar figuras de papel não é só brincadeira de criança. Pode ser também (muito) trabalho de adulto. Recortes de papel, papelão, tecido e até fotografias podem ser usados para fazer uma animação. Cenários são criados a partir desses materiais, assim como as personagens, fotografadas a cada pequeno movimento. Depois disso, a lógica é a mesma de sempre: ao colocar essas fotos ou desenhos em sequência e exibi-las em velocidade superior a 10 imagens por segundo, os recortes ganham vida.

O cenário montado com recortes cria um ambiente rico em profundidade

O cenário montado com recortes cria um ambiente rico em profundidade

Michel Ocelot

Em 2009, um dos convidados do Papo Animado do ANIMA MUNDI foi Michel Ocelot, especialista em muitas técnicas, entre elas a de recortes. Ele foi o responsável pelo curta ganhador do Bafta, Os Três Inventores (Les Trois Inventeurs, 1980), feito inteiramente com recortes de papel.

Esta foi a primeira animação de Ocelot, que disse ter tido muita dificuldade para realizá-la, já que na época não haviam escolas para que ensinassem essa técnica. Seu aprendizado foi na base de tentativa e erro. Mas todo o esforço e paciência valeram a pena: ele lançou os longas-metragens Kiriku e a Feiticeira (1998) e As Aventuras de Azur e Asmar (2006), além de muitos outros curtas, como o clipe da música Earth Intruders da cantora Björk.

South Park

Outro grande sucesso da animação em recortes foi a série de televisão South Park, de Trey Parker e Matt Stone. Entretanto, com a demanda do público por mais e mais episódios, ficou inviável continuar animando Kenny e sua turma artesanalmente. Hoje, eles utilizam softwares como Corel Draw e Maya.

Eric Cartman, Kyle Broflovski, Stan Marsh, e Kenny McCormick esperando o ônibus escolar

Eric, Kyle, Stan, e Kenny esperando o ônibus escolar

No ANIMA MUNDI você pode experimentar essa técnica sem computação gráfica que rendeu tantos sucessos. É só aparecer na oficina que estará no Oi Futuro Flamengo, no Rio de Janeiro. Estamos te esperando lá das 12h às 18h! Vem!