PT | EN

Um dos pioneiros da animação coreana desembarcou no Anima Mundi 2014! Depois de dirigir o incrível The King of Pigs, Yeon Sang-ho criou Saibi, mais um filme que trouxe críticas sociais fortes para o mundo animado. Quem disse que não podemos refletir sobre o mundo em uma sala de cinema?

A história se passa em uma pequena vila rural que está quase sendo inundada devido à construção de uma usina hidrelétrica. Seus moradores, porém, são convencidos a doar suas indenizações para a igreja e acabam sendo envolvidos no terrível esquema de Choi, que pretende ficar com todo o dinheiro para si.

Quem descobre a verdade é Min-chul,  que volta par a vila depois de passar um tempo na prisão. O problema é que ninguém acredita nele… Achou que as coisas não podiam piorar? Nada disso! A filha de Min-chul é envolvida nos planos de Choi e tem que se prostituir. Começa então uma perigosa guerra entre o protagonista e a igreja.

O longa foi inspirado por um incidente que aconteceu há alguns anos, quando uma celebridade disse algo negativo sobre a FDA (Food and Drug Administration). Acontece que a população ficou contra o cara, sem entender muito bem o que ele estava dizendo e prejudicando, desde então, sua carreira… Yeon Sang-ho o viu falando enquanto ninguém escutava e quis usar esse incidente em um filme, dramatizando-o de uma forma extrema.

The Fake

Yeon Sang-ho diz que espera que o público sinta, com seus filmes, o mesmo que ele sente com alguns quadrinhos importantes para ele!

Mas a história não foi a única coisa que impressionou! Visualmente, o filme também ficou incrível. Os cenários, com suas imagens suavemente texturizadas e em contraste com os rostos dos personagens, capturam muito bem a beleza sombria da história. Um conjunto visual que nos passa uma agonia crescente, envolvendo mais os animaníacos a cada minuto.

Yeon Sang-ho diz ter um estilo de trabalho um tanto diferente: ele costuma fazer seus filmes com orçamentos muito baixos e equipes pequenas, além de preferir trabalhar sozinho, usando seus próprios métodos. Percebendo que a maior parte das produtoras não funcionava assim, ele e alguns conhecidos criaram a DADA Show. Uma super iniciativa, né?

saibi

Yeon Sang-ho diz que é um grande admirador dos filmes de Lee Chang-dong!

Ficou animado? Então olha essa super notícia: já podemos esperar um novo filme do cara! Agora, ele está trabalhando em uma produção sobre os mendigos que vivem ao redor da Estação de Seoul. Mais um para a gente refletir, viu!