PT | EN

Os animadores Marcelo Marão e Alê Camargo foram contemplados na Seleção Pública de Projetos Cinematográficos do BNDES. E os dois têm uma coisa em comum: uma longa parceria com o Anima Mundi. Por isso, conversamos com eles para conhecer mais sobre os projetos.

 

Bizarros Peixes das Fossas Abissais

Sim, esse é o nome do filme do Marcelo Marão, o primeiro longa da vida do animador.  A produção mistura ação com humor nonsense e, de acordo com o animador, é voltada para jovens adultos e adultos. O filme de setenta e um minutos de duração será animado em 2D, seguindo a técnica tradicional e em full animation.  “O traço será feito no papel, mantendo a espontaneidade do lápis e a fluidez da animação feita à mão, combinada com a finalização digital – os desenhos a lápis serão escaneados, pintados e montados digitalmente”, contou Marão.

LayoutBizarrosPeixes_cor-2

O animador disse que o resultado desse Edital vai mudar sua carreira, já que o BNDES teve coragem de apostar em um projeto autoral e, segundo ele, incomum.

Layout004-1

Com o Anima Mundi, a história é longa: “Esteve presente em todos os momentos, desde o início de tudo até o dia de hoje. Eu só trabalho com animação graças ao Anima mundi, que – desde a época em que eu estava na faculdade – me ofereceu filmes pra ver, oficinas pra aprender, profissionais com quem conviver, uma janela pra exibir. Foi e é a maior razão para eu estar nesta profissão”.

Marão disse que tudo que fez na sua carreira aconteceu através, durante e graças ao Anima Mundi. Além disso agradeceu o apoio dos diretores, Aída, Cesar, Marcos e Léa. “Serei o animador mais feliz do mundo se conseguir estrear meu primeiro longa no festival Anima Mundi”. E pra gente será um prazer. 😉

 

O Mundo Proibido

Já o filme “O Mundo Proibido”, de Alê Camargo, é uma animação de ficção científica com bastante ação e humor. Ele conta a história de um grupo de aventureiros espaciais que viaja até um planeta distante para encontrar uma nave desaparecida. “Lá eles enfrentarão uma série de perigos de arrepiar os cabelos enquanto investigam as ruínas de uma civilização misteriosa”, contou o animador.

O protagonista do filme é Fujiwara Manchester que, junto com os outros personagens, poderá ser conhecido na série de TV “As aventuras de Fujiwara Manchester”. Como a gente já contou aqui no nosso blog, a série estreia no ano que vem.

poster_mundoproibido03-1

 

Sobre o edital, Alê disse que é um sonho realizado. “Às vezes quando estamos muito envolvidos num projeto, não temos bem certeza de estar no caminho certo. Ganhar esse edital nos enche de orgulho, pois é sinal de que outras pessoas acreditaram em nós. Isso nos dá confiança para seguirmos em frente”. O filme é uma co-produção Um Filmes e Buba Filmes, e estreará em 2018.

Alê também disse que o Anima Mundi esteve presente desde o início da carreira. E foi em 2002, quando estreou no Festival daquele ano o filme  “Armadilha para Turistas” que ele viu sua vida mudar. “foi quando tive a certeza que aquele era o caminho que eu queria seguir. E continuo seguindo até hoje”.

Alê e Marão, mais uma vez, parabéns por essa conquista. Estamos aqui torcendo para que as duas produções sejam grandes sucessos!