PT | EN

paulo

O espírito olímpico tomou conta do Brasil. Sediar uma Olimpíada tem um sabor diferente, uma emoção diferente. Imagina, então, para quem criou dois dos principais personagens dessa festa, Tom e Vinícius?! Conversamos com Paulo Muppet, do Birdo,estúdio que  criou os mascotes. Ele falou pra gente sobre o retorno do público e, também, deu algumas dicas valiosas para quem quer começar no mercado de animação. Confira!

 

 

Como vocês estão recebendo o retorno do público sobre os mascotes Tom e Vinicius agora que os personagens estão, oficialmente, nas ruas?

mascote2

O retorno está simplesmente espetacular. Os personagens foram completamente abraçados pelas pessoas, sejam elas fãs de esporte ou não! Fomos ao parque olímpico e pudemos ver de perto as pessoas reagindo às animações nos telões, às pelúcias na loja e aos “walk around mascots”. É inacreditável a empatia imediata que os personagens causam no público. É só um deles entrar em uma arena para levantar a plateia! Além disso, pelas redes sociais recebemos fanarts diariamente e nem conseguimos compartilhar tudo de legal que vemos relacionado aos personagens. Essa realmente foi  uma oportunidade única em nossas carreiras e estamos muito felizes de poder atingir positivamente tanta gente com um trabalho.

 

 

– Você pode contar um pouco sobre A série  “Vinicius e Tom – Divertidos por Natureza”? Como foi a repercussão? Ela terá novos episódios?

 

 

A série tem o foco em comédia e tem 32 episódios de 2 minutos cada. A produção está terminando na Birdo e devemos entregar o último episódio ainda na semana que vem. Pra gente foi uma experiência incrível casar esportes com comédia e sem perder de vista os valores olímpicos e paralímpicos. Criamos 3 coadjuvantes para o Vinicius e o Tom, as irmãs-cariocas, que também fazem o maior sucesso entre as crianças! Eles também interagem com animais da nossa fauna e os episódios se passam em cenários de todo o país.
A repercussão não poderia estar melhor: desde o ano passado a série fica entre 5 os programas mais assistidos do Cartoon Network e a tendência é ter ainda mais audiência agora, durante os jogos.Tivemos a oportunidade de ver a série exibida nos telões nas arenas olímpicas e o engajamento ao vivo também é muito legal!!

 

 

– Quais serão os próximos desdobramentos dos personagens?

mascote1
Nas arenas olímpicas eles estão em todos os lugares! Dá pra visitar a casinha dos mascotes no parque olímpico onde as pessoas podem tirar fotos com os bonecos e participar de uma brincadeira em realidade aumentada. Eles também estão espalhados pela cidade do Rio de Janeiro em várias ações legais. Se você visitar o Pão de Açúcar durante os jogos, por exemplo, dá pra assistir uma animação com eles em 4k e a 60 quadros por segundo em um projetor de última geração no Showcase da Panasonic, no alto do morro. Também tem uma outra versão inflável do Vinicius causando a maior sensação nas arenas dos jogos! A gente tem colecionado fan arts e outras coisas legais relacionadas aos personagens em nossa página no facebook.

@Regrann from @dinomello – #Regrann

Um vídeo publicado por Birdo Studio (@birdostudio) em

 

 

– Quais são os próximos projetos do Studio?

Atualmente o estúdio está produzindo outras 4 séries de animação em diferentes estágios de produção. A próxima a sair deve ser a série “Oswaldo” que será exibida nos canais Cartoon Network e TV Cultura. Também temos planos de em algum momento criar um curso do nosso método para animadores iniciantes e também experientes.

 

– E qual seria a dica de ouro para quem está começando a criar personagens e animações?

Acho que a dica de ouro é ser paciente e persistente. Animação é difícil e demora para aprender. Só o tempo e a prática podem te ajudar a evoluir.

 

– Para você, qual a importância dos festivais de animação?

Os festivais são eventos muito maiores do que simplesmente a exibição de filmes. São lugares para se inspirar, se encontrar com outros artistas e entusiastas, participar de palestras e dividir experiências. Eles são fundamentais para criar uma sensação de unidade entre os animadores e possibilitar que esforços isolados tornem-se uma coisa só muito mais poderosa. Por mim o Anima Mundi aconteceria todo mês 🙂