PT | EN

BLOG

Anima Mundi

Quem não assistiu ao curta-metragem “Feral” durante a edição carioca do Anima Mundi 2013 já deve estar curioso para conhecer o filme, grande vencedor este ano. Eleito pelo Júri Profissional e diretores do festival, a animação ganha, além do prêmio, uma vaga na pré-seleção ao Oscar, em 2014.

Lista completa com os vencedores do Anima Mundi 2013!

“Feral” é dirigido e animado por Daniel Sousa, artista nascido em Cabo Verde e criado em Portugal. Atualmente Daniel vive nos Estados Unidos, onde fundou com amigos a Handcranked Film Projects, coletivo de produtores que investem em criações independentesexperimentais.

O curta premiado conta a história de um menino selvagem que é tirado da floresta por um caçador e levado para a civilização. Confuso com o novo ambiente e a difícil adaptação, ele não consegue controlar seus instintos.

Com abordagem abstrata e poética, a animação questiona o que nos define como seres humanos e nos separa de outros animais. “Se fossemos criados sem o contato em sociedade, a cultura e educação, ainda nos comportaríamos da mesma forma? Ou somos mais como espelhos que refletem o ambiente ao qual estamos expostos?”, indaga-se.

O animador começou a pesquisar sobre a ideia e descobriu que em quase todos os casos documentados sobre crianças selvagens, a readaptação delas em sociedade fracassou. “Elas ficam presas entre dois mundos, é um limbo. Não via outra maneira de ilustrar essa situação sem recorrer à poesia que a animação possibilita”, explica Daniel, que externalizou os sentimentos internos do personagem com metáforas visuais.

Com gráficos em 2D e alguns quadros pintados à mão, o curta levou cinco anos para ficar pronto. “Minha agenda é um pouco esporádica, já que também dou aulas na Rhode Island School of Design e dirijo alguns projetos comerciais paralelamente”, explica o animador, estimando que teria terminado “Feral” em um ano e meio se fosse uma produção contínua.

Comentários

Voltar

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form