PT | EN

Aconteceu no início de novembro (de 5 a 9). Quem conta como foi é Juliana Laureano, da nossa equipe de produção:

“Pelo 2º ano consecutivo, Belo Horizonte recebeu o Anima Mundi Especial. A equipe chegou debaixo de um calor tipicamente carioca, mas nada de sombra e água fresca… Em 5 dias de trabalho no Centro Cultural da UFMG, levamos ao público mineiro os melhores trabalhos apresentados no festival em 5 sessões diárias, apresentando inclusive 2 longas metragens e uma homenagem aos animadores mineiros. Nas oficinas do Estúdio Aberto o público deu asas a imaginação criando seus próprios filmes. O resultado dos trabalhos feitos nas oficinas já pode ser conferido dentro do Mural Animado no site do Anima Mundi.
O destaque foi o animador argentino Juan Pablo Zaramella, que ministrou um workshop especial sobre cinema de animação, para estudantes e profissionais da animação. Foi uma oportunidade de conhecer melhor o trabalho desse talentoso artista e pegar dicas valiosas para o aperfeiçoamento dos trabalhos feitos por aqui. (abaixo, a foto da turma, Zaramella com blusa listrada vermelha)Esbanjando simpatia e bom humor, Juan Pablo ainda participou do Papo Animado que contou com um público entusiasmado e bastante curioso.
Não faltou pão de queijo e animação. Deixamos a cidade com gostinho de quero mais e saudades no coração.
Agradecemos a todos que trabalharam conosco durante o evento: os monitores locais, o pessoal da bilheteria e também da lojinha, ao Centro Cultural Banco do Brasil, a On Projeções e especialmente a Oi e Oi Futuro por proporcionarem mais essa visita. Aos poucos a animação vai tomando conta da cidade, assim como quem não quer nada, devagarinho, com muita prosa e muita dedicação. É o Anima Mundi à mineira buscando evolução.”