ANIMEMÓRIA
2007

Vinheta

Catálogo

Ilustração do Ano

O animador russo Konstantin Bronzit criou uma imagem divertida para essa edição do Festival: um gato malandro que só quer saber de vida boa! O gato flutua despreocupado pelo mar do Rio de Janeiro, com seu coquetel e sorriso maroto, como quem diz: “Brindemos em homenagem aos 15 anos do Anima Mundi”. Mal sabe ele que sua paz vai durar pouco…

Desenho de Personagem: Konstantin Bronzit
Animação: Konstantin Bronzit
Música: Alexey Gorbenko

Galeria de Fotos

Destaques

Em 2007, o Anima Mundi celebrou seus 15 anos. Em homenagem ao público, grande responsável por este sucesso, foi criado o concurso Anima 15, aberto à livre participação de fãs e participantes do festival. Animações inspiradas no Anima Mundi chegaram de todo o Brasil e do exterior, sendo exibidas em diversas sessões, criando assim uma atmosfera muito especial para a comemoração do nosso 15º aniversário.

Mostras Especiais
Norman McLaren
A mostra reuniu algumas das principais obras-primas do autor de uma das mais diversificadas e reconhecidas obras autorais do cinema de animação do século XX, em exclusivas cópias restauradas em 35mm, cedidas pelo National Film Board of Canada.

UPA (United Productions of América)
Além da palestra com Tee Bosustow, o público pôde conferir uma mostra com os trabalhos mais importantes realizados pela UPA ao longo dos anos, como séries para TV, comerciais e outros filmes inovadores e estilizados, como as aventuras do memorável Mr. Magoo e episódios de “General McBoing Boing & Modern Arts”.

Documentário
“Parnography” relata a vida do célebre animador estoniano Priit Pärn, cujo trabalho é totalmente grotesco, absurdo e crítico em relação à sociedade ao redor.

II Anima Forum
Foi realizado em São Paulo o II Anima Fórum, ciclo de conferências que tem como objetivo promover discussões e debates na área de negócios do mercado de animação. Com um 160 participantes inscritos, entre estudantes e profissionais da área, o Fórum reuniu também representantes de importantes empresas, incluindo produtoras, distribuidoras e canais de televisão.

Encontro de Animadores
O Festival promoveu o encontro entre animadores profissionais e estudantes da área. Esse encontro teve como objetivo a troca de informações, experiências e dicas nas diferentes áreas de atuação dentro do mercado de animação.

Fórum Brasil
Um encontro entre animadores e educadores debateu o uso da linguagem da animação nas escolas. Além do relato e troca de experiências, foram apresentados trechos de filmes feitos por professores e alunos em projetos como o Anima Escola, que capacita professores da rede pública em diversas cidades brasileiras.

Palestras
UPA “Magoo, McBoing Boing e Arte Moderna”
Tee Bosustow, filho de Stephen Bosustow, fundador e diretor da UPA (United Productions of América), revelou em sua palestra para o público como a UPA revolucionou o estilo de fazer animação nos anos de 40 e 50.

NFB Brasil
Diego Stoliar e Jonas Brandão dividiram com o público a experiência adquirida em três meses de estágio no maior centro de produção, pesquisa e experimentação da animação mundial: o National Film Board of Canada.

O programa conhecido como Hot House, destinado somente a animadores canadenses e europeus, abriu pela primeira vez as portas aos animadores brasileiros, que trouxeram vídeos e informações valiosas para todos os animadores presentes.

Toom Boom
Duas palestras foram oferecidas ao público para ilustrar as soluções em software de animação da empresa canadense Toom Boom, destaque no atual mercado de animação.

Anima 15
Através de curtas animados, participantes e admiradores do festival recordaram alguns momentos e loucuras vividos em edições passadas. Nesta celebração do 15º aniversário do Anima Mundi, o melhor filme recebeu nosso Troféu Animado.

Workshops
Mark Walsh dos Estúdios Pixar
O workshop foi uma das atrações mais concorridas dessa edição. Mark Walsh foi supervisor de animação de “Ratatouille”, animador em “Vida de Inseto”, “Os Incríveis” e “Toy Story 2″, além de diretor de animação em “Procurando Nemo” e “Monstros S.A”.

Os participantes tiveram a oportunidade de aprender com um profissional experiente alguns truques e técnicas para a “Criação de Personagens Verossímeis em Animação”.

Peter Peake, dos Estúdios Aardman
Peake é um dos diretores de animação em stop motion da Aardman Animations. É o criador de curtas como “Pib&Pob” e “Humdrum”, curta exibido no Anima Mundi em 1999. Veio especialmente participar do Anima Mundi Especial em Belo Horizonte, onde apresentou um Papo Animado e um Workshop, no qual focou na criação de personagens de estrutura simples e de fácil manipulação. Além da análise de filmes consagrados da Aardman, Peter aplicou exercícios de animação com ênfase na atuação de personagens.

Workshop com Martine Chartrand
Vinda diretamente do National Film Board of Canada para apresentar um workshop em São Paulo, a vencedora de 22 prêmios – incluindo o Urso de Ouro no Festival de Cinema de Berlim com “Ame Noire/Black Soul” – apresentou a técnica de animação de pinturas sobre o vidro e partilhou um pouco da sua vasta experiência como animadora.

Convidados

Alê Abreu (Brasil)

O animador brasileiro Alê Abreu apresentou no Rio de Janeiro e em São Paulo, além do Anima Mundi Especial em Belo Horizonte. Seus curtas premiados “Espantalho” e “Sirius”, além de seu extenso trabalho para publicidade.

Seu primeiro longa, “Garoto Cósmico”, estreou no Anima Mundi 2007 em sessões lotadas com público de todas as idades. Alê conversou sobre sua bem sucedida aventura de realizar um longa de animação no Brasil, com baixo orçamento baixo e equipe reduzida.

John Weldon (Canadá)

Uma lenda da animação, o canadense atraiu para o Papo Animado uma legião de fãs interessados por seus filmes que tratam com muita irreverência temas difíceis como identidade, ética e moralidade.

O público estava curioso para conhecer a técnica de “Recyclomation” – criada especialmente para seu curta “The Lump” – que consiste em usar sucata como pedaços de lápis, restos de madeira, retalhos de tecido e etc.

Vencedor do Oscar em 1978 pelo divertido filme “Special Delivery”, Weldon falou de sua experiência adquirida ao longo de 33 anos no National Film Board of Canada, ao lado de grandes nomes da animação como Norman McLaren e Robert Verrall.

Kirk Kelley (Estados Unidos)

Diretor de criação do estúdio Laika House desde sua criação em 2005, ganhou fama ao criar campanhas inovadoras para importantes marcas como Honda, Energizer, Nestlé, Chili’s, Arby’s e Hostess.
Kelley apresentou não só seus filmes publicitários, mas também seu curta autoral “El Dia de Los Muertos”, que encena o ritual mexicano no qual os ancestrais visitam seus parentes no dia de Finados.

Mikhail Aldashin (Rússia)

Em 1993, o curta “The Hunter” de Mikhail Aldashin foi exibido na primeira edição do Anima Mundi. Em 2003, Aldashin conquistou com seu filme “Bookashkis” os prêmios de público e júri profissional para Melhor Curta na cidade do Rio de Janeiro.

Em 2007, foi uma honra tê-lo como convidado do Papo Animado.
Aldashin é um dos animadores russos mais talentosos da atualidade, tendo desenvolvido grande parte do seu trabalho no Pilot, primeiro estúdio de animação privado da Rússia.

Prêmios Júri Profissional

Melhor Direção de Arte:
“L’Evasion”
Arnaud Demuynck, Gilles Cuvelier e Gabriel Jacques
Bélgica/França

Melhor Animação:
“Moya Lyubov”
Alexander Petrov
Rússia

Melhor Trilha Sonora:
“Recto Verso”
Gabriel Jacquel
Bélgica/França

Melhor Roteiro:
“The Danish Poet”
Torill Kove
Canadá/ Noruega

Prêmios Júri Popular

Melhor Curta-Metragem RJ
RJ
1º – “Lavatory-Lovestory”, Konstantin Bronzit, Rússia
2º – “Lapsus”, Juan Pablo Zaramella, Argentina
3º – “Prey”, Tom Kyzivat, EUA

SP
1º – “Lapsus”, Juan Pablo Zaramella, Argentina
2º – “Weird Al Yankovic – Don’t Download This Song”, Bill Plympton, Estados Unidos
3º – “Lavatory – Lovestory”, Konstantin Bronzit, Rússia

Melhor Curta Infantil RJ e SP:
RJ
1º – “Natureza Morta (Shaun The Sheep Still Life)”, Chris Sadler, Reino Unido
2º – “A Menina e a Raposa (Zhiharka)”, Oleg Uzhinov, Rússia
3º – “Leonel Pé-de-Vento”, Jair Giacomini, Brasil

SP
1º – “Natureza Morta” (Shaun The Sheep Still Life)”, Chris Sadler, Reino Unido
2º – “A Menina e a Raposa (Zhiharka)”, Oleg Uzhinov, Rússia
3º – “Jaime Lo – Pequena e Tímida (Jaime Lo – Small and Shy)”, Lillian Chan, Canadá

Melhor Portfólio RJ e SP:
RJ
1º – “FEDEX Stick”, Traktor, Estados Unidos
2º – “Coca Cola Videogame”, Smith & Foulkes, Reino Unido
3º – “Paródia”, Marcello Laruccia, Brasil

SP
1º – “Fedex Stick”, Traktor, Estados Unidos
2º – “Ce Que Je Suis”, Joris Clerté, França
3º – “Preta”, Bruno Mazzilli, Brasil

Melhor Longa RJ e SP:
RJ
1º – “Khan Kluay”, Kompin Kemgumnird, Tailândia
2º – “Fimfárum 2, Jan Balej, Vlasta Pospisilova, Aurel Klimt e Bretislav Pojar, República Tcheca
3º – “Nyócker!”, Áron Gauder, Hungria

SP
1º – “Khan Kluay”, Kompin Kemgumnird, Tailândia
2º – “Fimfárum 2”, Jan Balej, Vlasta Pospisilova, Aurel Klimt e Bretislav Pojar, República Tcheca
3º – “Prince Vladimir”, Yuri Kulakov e Yury Batanin, Rússia

Melhor Primeira Obra RJ e SP:
RJ
1º – “Até o Sol Raiá”, Fernando Jorge e Leanndro Amorim
2º – “Vida Maria”, Marcio Ramos
3º – “Leonel Pé-de-Vento”, Jair Giacomini

SP
1º – “Até o Sol Raiá”, Fernando Jorge e Leanndro Amorim
2º – “Le Marchand De Sable”, Cyrille Drevon, Nelly Durieux Amel El Kamel, França
3º – “My Happy End”, Milen Vitanov, Alemanh

Melhor Animação Brasileira RJ/SP:
RJ
1º – “Até o Sol Raiá”, Fernando Jorge e Leanndro Amorim, Brasil
2º – “Vida Maria”, Marcio Ramos, Brasil
3º – “Leonel Pé-de-Vento”, Jair Giacomini, Brasil

SP
1º – “Até o sol raiá” – Fernando Jorge e Leanndro Amorim, Brasil
2º – “A Noite do Vampiro”, Alê Camargo, Brasil
3º – “Limbo”, Rômolo Eduardo D’hipólito, Brasil

Melhor Animação em Curso RJ e SP:
RJ
1º – “Le Marchand De Sable”, Cyrille Drevon, Nelly Durieux e Amel El Kamel, França
2º – “Balloon”, Joseph Kim, Austrália
3º – “A Great Big Robot From Outer Space Ate My Homework”, Mark Shirra, Canadá

SP
1º – “Le Marchand De Sable”, Cyrille Drevon, Nelly Durieux e Amel El Kamel, França
2º – “The Dancing Chief”, Meng Vue, Estados Unidos
3º – “Calango!”, Alê Camargo, Brasil

Prêmnio Núcleo de Cinema de Animação em Campinas

“Calango”
Alê Camargo
Brasil

Demais Prêmios

Prêmio Cyber Júri Popular
“Paquetá”
Ivan Mola
Brasil

Prêmio Cyber Júri Profissional
“Se Liga no Mundo!”
Jannaina Bonacelli
Brasil

Prêmio Aquisição Canal Brasil
“Justiça Emplaca”
Alexandre Bersot
Brasil

Prêmio Cyber Júri Profissional
“The Shadow”
Igor Coric
Sérvia

PREMIAÇÃO ESPECIAL ANIMA 15
“Origanima”
Fabio Yamaji
Brasil

Prêmio Cyber Júri Popular
“Daydreaming”
Lenie Rose O. Pangilinan
Filipinas

Prêmio dos diretores de Anima Mundi
“Vida Maria”
Márcio Ramos
Brasil

Telefones:
(55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

Email:
contato@animamundi.com.br

fb-form insta-form tt-form yt-form

Telefones: (55 21) 2543-8860
(55 21) 2541-7499

fb-form insta-form tt-form yt-form